13 de jul de 2016

Homossexuais e bissexuais em animes/mangás

Animes e mangás também nunca tiveram tantos problemas em retratar pessoas homossexuais e bissexuais em suas histórias, embora os japoneses sejam um tanto conservadores. Mas claro, atualmente vivemos um tempo onde a visibilidade LGBT está cada vez maior.

Existem gêneros de obras japonesas com temáticas específicas: yaoi (apresenta relação gay) e yuri (apresenta relação lésbica). Porém aqui listarei personagens de obras que não são dessas temáticas.




  • Dragon Ball

O General Blue é um dos antagonistas em Dragon Ball, um soldado de uma organização criminosa. Sua homossexualidade é implícita no enredo, e é mais baseada em sua misoginia e pelo fato de ele mostrar repulsa quando a personagem Bulma tenta seduzi-lo tirando a roupa.

(General Blue)


  • Sailor Moon

1- Olho de Peixe já foi mencionado em outra lista. Ele retorna aqui pois, além de se travestir, ele também demonstra durante a série interesse apenas por homens. Ele se veste com roupas femininas justamente para seduzi-los.

(Olho de Peixe)

2- A trama mostra um casal de Sailors, Sailor Urano (Haruka Tenoh) e Sailor Netuno (Michiru Kaioh). Não sei dizer se foi por preconceito ou ignorância, ou não, mas nota-se que Haruka é uma mulher com uma expressão mais masculina, enquanto Michiru é mais feminina. Em uma cena, Haruka aparece junto a ela vestida de maneira masculina. O Ocidente não aceitou muito bem o casal. Consequentemente a tradução em inglês do anime colocou ambas como apenas boas amigas (muito boas amigas, sabe? BBF!!!)

(Michiru na esquerda, Haruka na direita)

  • Sakura Cardcaptor 

1- Tomoyo Daidouji é a melhor amiga da protagonista, Sakura. A série deixa muito implícito que ela tem sentimentos por Sakura, sentimentos que vão além da amizade. Ela adora filmar Sakura em todas as suas aventuras e batalhas.

(Tomoyo)

2- Yukito Kinomoto e Toya Tsukishiro têm sentimentos românticos um pelo outro. Toya é o irmão mais velho de Sakura. Yukito é um dos coadjuvantes, que mais tarde recebe um papel maior, e também é o interesse amoroso de Sakura (irônico, não?).

(Toya à esquerda e Yukito à direita)


  • Inuyasha 

Jakotsu é um personagem abertamente homossexual, membro de uma gangue de mercenários. Ele flerta com Inuyasha (muitas vezes) e com Miroku. Ele também costuma se vestir com roupas tipicamente femininas. Aparentemente sua gangue o aceita sem problemas.

(Jakotsu)


  • Neon Genesis Evangelion 

Shinji Ikari é um dos protagonistas da franquia. Numa cena, ele se masturba vendo o corpo da personagem Asuka. E também é revelado que ele tem sentimentos pelo amigo, Kaworu, que corresponde a Shinji.

(Shinji Ikari)

(Kaworu Nagisa)

  • Ghost in the Shell 

A major Motoko Kusanagi é uma ciborgue que protagoniza a franquia. Embora seja um robô, ela apareceu tendo relações com mulheres e homens. No universo da franquia, é preferível que ela sinta prazer com ciborgues do mesmo gênero, pois seus corpos são iguais, logo são mais compatíveis. Na versão mangá, mais para frente da história, ela namora um rapaz.

(Motoko Kusanagi)


  • Shingeki no Kyojin 

A personagem Ymir demonstra um interesse afetivo implícito por Krista Lenz em alguns momentos na trama. Foi revelado mais tarde pela produção da franquia que elas têm sentimentos uma pela outra.

(Ymir)

(Krista)

  • Akame ga Kill! 

Bulat é um membro de um grupo de assassinos e possui uma personalidade calma e carinhosa. Quando uma personagem afirma que ele é gay, ele não só não nega como também fica vermelho de vergonha. Inclusive ele flerta com o protagonista da franquia em uma cena.

(Bulat)


  • Umineko no Naku Koro ni 

Sayo Yasuda já foi mencionada em outra lista. E aqui está ela novamente. Sayo possui três personalidades: Shannon, Kanon e Beatrice. Shannon e Beatrice são apaixonadas por rapazes, enquanto Kanon é apaixonado por uma moça. Embora ainda seja questionável se Kanon sente alguma atração sexual por seu interesse amoroso, Beatrice e principalmente Shannon mostram desejo evidente por homens. Sayo não precisa necessariamente ser bissexual só por mostrar afetividade por homens e mulheres (isso é ser birromântica), mas ainda é uma possibilidade.

(Sayo)


Personagens homossexuais e bissexuais cresceram mais desde a década de 1990, passando de figuras de sexualidade implícita ou duvidosa para figuras que mostrar claramente suas preferências para a audiência e para o elenco de suas respectivas obras.

Sejam personagens doces ou fortes, o mais importante é mostrar a diversidade com naturalidade.



2 comentários:

  1. Um anime que me chama atenção nesse sentido é Gintama, que é um anime de comédia e de batalha. Aparecem vários personagens trans e uma personagem bastante importante, Kyubei, enfrenta dilemas entre se definir como homem ou mulher e também por gostar de uma mulher.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado por essa informação! Vou pesquisar sobre Kyubei depois. Pelo que você disse, acho que essa pessoa se encaixaria melhor numa outra lista, que tem pessoas trans em animes/mangás.

      Excluir